Celebrarmo-nos!



Desde pequenos que o nosso aniversário é um marco importantíssimo na nossa vida. É a data que celebramos a nossa existência, os nossos pais, a nossa família, os nossos amigos, celebramos-nos a nós próprios, e claro celebramos a vida.
Os aniversários são celebrados por etapas. Quando somos pequenos as festas são dedicadas aos amigos do jardim de infância, da primária, aos primos, a todos desde que sejam pequenos como nós, e claro ao fim de uma tarde de brincadeira o tão esperado jantar com a família. Depois crescemos e as festas passam a uns jantares em casa com os amigos da escola e a família reunida, com hora para deitar. Quando chegamos ao secundário, as festas já são em restaurantes e discotecas até de manhã, com direito a ver o nascer do sol. Na universidade as festas são o constante e o comum de todos os fins de semana. Na proximidade dos trinta, é reunir os amigos mais próximos e jantar, quem sabe até ainda ir a uma discoteca. Depois dos trinta é com a família e os amigos diários para um jantar com um bom vinho a acompanhar. Depois dos 40 é uma correria até aos 50, a partir daí há quem já nem queira lembrar o dia em que nasceu, pois acha que está velho de mais para festas, e para contar o tempo que passa.
Os aniversários são sempre especiais, mesmo aqueles que não queremos contar. São a prova de que estamos aqui, e o estarmos aqui já é um motivo para festejar! 

Comentários

WOOK - www.wook.pt

Mensagens populares